Militar é preso após matar a mulher e o ex-vizinho a tiros em Brasília

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Um militar da reserva da aeronáutica foi preso em flagrante após matar a esposa e o ex-vizinho a tiros, dentro do apartamento onde o casal morava, em Brasília. Juenil Bonfim de Queiroz, de 56 anos, suspeitava que as vítimas tivessem um caso. De acordo com a investigação, o suposto amante e ex-morador do edifício, Francisco de Assis, de 41 anos, era homossexual e foi ao prédio com o companheiro para visitar uma prima. O casal já estava de saída, quando Juenil apareceu armado e os obrigou a subir com ele. O sargento então, coloca os dois homens e a mulher no sofá e começa uma discussão. Em seguida, ele efetua os disparos.

A esposa do militar, Francisca Queiroz, de 57 anos, morreu no local. Já Francisco, que foi atingido na cabeça, chegou a ser socorrido e levado ao hospital, mas também não resistiu aos ferimentos. O companheiro dele conseguiu correr e pedir ajuda aos moradores, além de registrar todo o ocorrido.

O suspeito vai responder por feminicídio e homicídio qualificado por motivo torpe, sem chance de defesa à vítima, e pode ser condenado a 60 anos de prisão. Ele e Francisca estavam juntos há 32 anos e tinha dois filhos. Durante o relacionamento, ela chegou a registrar um boletim de ocorrência por agressão, mas não pediu medidas protetivas.

Leia também

© 2020 Todos os Direitos Reservados | TV Interativa