Vacina de Oxford gera resposta imune forte em idosos, indica jornal

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Saúde Pública

vacina contra o novo coronavírus, que está sendo desenvolvida pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, com colaboração da companhia farmacêutica AstraZeneca, gera uma forte resposta imune entre os idosos, segundo publicou nesta segunda-feira (26) o jornal britânico “Financial Times”

Os testes clínicos da vacina estão na fase 3, a última antes de ser possível dizer com exatidão se é possível proteger a população da infecção pelo patógeno e, por consequência, da covid-19. A partir de uma resposta positiva e da permissão dos reguladores, será possível realizar uma imunização em massa da população.

Segundo informações apuradas pelo “Financial Times”, fontes indicaram que a vacina de Oxford gera entre os idosos anticorpos e as chamadas células T, cujo principal propósito é identificar e matar organismos invasores ou células infectadas.

A idade é o principal favor de risco da covid-19, dado que o sistema imunológico se debilita com o tempo. Por isso, o grupo é o que mais precisa de proteção contra o novo coronavírus.

Os pesquisadores, de acordo com o jornal britânico, ficaram otimistas com a resposta imune que a vacina gera entre as pessoas mais velhas.

Por: Resenha Politika

Leia também

© 2020 Todos os Direitos Reservados | TV Interativa