Notícias

4⁰ mandato: Dr. Raimundinho é diplomado mais uma vez prefeito de José da Penha/RN

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

4⁰ mandato: Dr. Raimundinho é diplomado mais uma vez prefeito de José da Penha/RN

Em cerimônia realizada na tarde desta quarta-feira (16), restrita e obedecendo as recomendações sanitárias e de saúde em tempos de Pândemia, o prefeito eleito de José da Penha Dr. Raimundinho, vice Dr. Junior Duba, vereadores e suplentes foram diplomados pela Juíza da 42⁰ zona eleitoral Dra. Mayana Nadal, que comandou o ato jurídico eleitoral.

Dr Raimundinho foi reeleito para o seu 4⁰ mandato ao obter 2.549 votos (57,75% dos votos válidos) consolidando sua liderança política, além de manter os números como o prefeito que mais tempo passou no comando do executivo municipal.

Sem cerimônia, ficou determinado pela justiça eleitoral os diplomas dos eleitos em 15 de novembro, fossem disponibilizados na internet, seguindo as orientações de protocolos de saúde estabelecidas pelas as autoridades, evitando aglomerações para o contagio da covid-19.

Nas redes sociais, Dr. Raimundinho agradeceu a vitória obtida nas urnas e afirmou que o trabalho seguirá sendo a resposta para o povo de José da Penha.
A posse dos eleitos está prevista para o dia 1º de janeiro de 2021 e Dr. Raimundinho ainda não confirmou alguma alteração em seu secretariado ou assessores.

Veja na integra o discurso proferido por Dr. Raimundinho:

Discurso da Diplomação

Excelentíssima Senhora juíza de direito desta comarca de Luís Gomes, doutora Mayana Nadal, em nome de quem saúdo, virtualmente, todos os presentes neste ato de diplomação.
Nesta solenidade tão singela para a democracia, para a vida do povo e para a cidade de José da Penha, quero reafirmar o meu compromisso de trabalhar, incessantemente, para a melhoria da qualidade de vida do povo da nossa cidade.
Pela quarta vez, estou aqui nesta solenidade. Em quatro oportunidades, o povo livre e soberano de nossa querida terra confia em mim os destinos de José da Penha. Permanece uma grande responsabilidade, pois gerir vidas, orçamentos, demandas e interesses com honestidade, equilíbrio e realizações é uma missão honrosa e, ao mesmo tempo, espinhosa.
Longe de falar em números, recordes, obras e marcas administrativas, primo, neste momento impar, por dizer da alegria de continuar honrando o compromisso inegociável de trabalhar para todos com honestidade, senso de justiça e respeito à coisa pública: uma obrigação que muito me satisfaz.
Quero agradecer a Deus por mais esta nobre missão. À minha família pela base de sustentação sentimental que nutre meus pensamentos, inclusive aos meus pais, Francisco Abílio e Maria Auxiliadora Fernandes (de saudosas memórias). Aos amigos, que sempre estão comigo em todos os momentos, sejam eles de flores ou espinhos.
Abro um parêntese para registrar os amigos e amigas que já se foram, mas acreditem, desde 1983, ano do meu primeiro mandato, até o presente, foram, igualmente, importantes na construção de uma cidade melhor, mais digna, decente e que trilha um novo caminho.
Agradeço, também, de forma especial, aos eleitores que me deram a chance de avançar nas mudanças por meio de minhas mãos, e a toda a população que, direta ou indiretamente, conhece Raimundinho e sabe que, nos próximos quatros anos, haverá mais conquistas, trabalho, postura firme nas decisões e, com a graça de Deus, permaneceremos sem escândalos administrativos, desvios morais, nem de conduta.
Aliás, em tempos de crises de todas as ordens, inclusive moral e ética, cumprir com a obrigação de ser honesto e de não dilapidar o patrimônio, que é do povo, é uma nobre satisfação que compartilho com todos aqueles que me ajudaram e ajudam, diariamente, na administração de nossos destinos. Sem eles, nossas conquistas, certamente, não seriam possíveis.
Aos eleitos, vereadores e vereadoras, parabenizo e convido-os para que, juntos, somemos esforços para correspondermos às expectativas que nosso povo confiou em nossas mãos. Com respeito às diferenças e à função de cada poder, é possível melhorar, ainda mais, as relações institucionais tão necessárias para alcançarmos os resultados que a população tanto espera e merece dos homens e mulheres que exercem cargos públicos.
A vida é combate, que aos fracos abate; que os fortes e os bravos só fazem exaltar. Acredito que os versos da ‘CANÇÃO DO TAMOIO’, do poeta Gonçalves Dias, estejam em plena sintonia com os dias atuais e com o momento crítico que a humanidade passa. Uma pandemia perigosa, somada a uma crise econômica. Mas, no meio disso, existem metas a serem alcançadas, sonhos e a alegria de fazer as coisas acontecerem.
Nosso povo é forte e haveremos de sair bem mais fortificados desta fase negra da nossa história e chegaremos a dias bem melhores, com a humildade necessária que nossas funções exigem. Com fé em Deus, farei o melhor de todos os mandatos já confiados a mim.
Vamos à luta. Um forte abraço a todos e que Deus nos proteja!

Muito obrigado!.