Notícias

PARANÁ-RN: Secretaria Municipal de Saúde inicia a capacitação dos profissionais para a instalação do Prontuário Eletrônico E-SUS nas Unidades Básicas de Saúde.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O município de Paraná vai adotar o prontuário eletrônico, Sistema E-SUS, em todos os serviços de Atenção Básica. Estão a frente desse trabalho o assessor técnico em saúde pública Idalécio Feitoza e o analista de sistemas Jarquison de Lira, responsáveis pela implantação do sistema e treinamento dos funcionários nas unidades de saúde. Eles que foram recepcionados, nesta sexta-feira (29), na UBS Mãe Maria Tereza, pela coordenadora Luciene, onde iniciaram a capacitação com os profissionais Jerry Queiroz e Rodrigo Santos.

De forma direta, o Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC) do Sistema e-SUS Atenção Básica é um software onde todas as informações clínicas e administrativas do paciente ficam armazenadas, no contexto da Unidade Básica de Saúde (UBS), tendo como principal objetivo informatizar o fluxo de atendimento do cidadão realizado pelos profissionais de saúde. Na Prática, será o fim do fichário, dos arquivos em papel. A ficha do paciente será eletrônica, digital.

A informatização desses processos nas unidades de saúde pode trazer benefícios importantes como: acesso rápido às informações de saúde e intervenções realizadas; melhoria na efetividade do cuidado e possível redução de custos com otimização dos recursos, além de aprimorar e automatizar o processo de envio de informações da Atenção Básica para o Ministério da Saúde, impactando na qualificação dos sistemas de informações. Ou seja, a implantação do prontuário eletrônico traz benefícios, ao mesmo tempo, para gestores, profissionais de saúde e cidadãos.

O prontuário eletrônico é integrado ao Cartão SUS e visa otimizar os serviços em saúde, facilitando o acesso a informações e agilizando o atendimento. A implantação desse sistema demanda um tempo, face a complexidade de automatizar todos os serviços de saúde disponibilizados pela UBS, mas o primeiro passo já foi dado em nosso município, que é o de iniciar pela capacitação dos profissionais que irão coordenar esses serviços no âmbito municipal.

Assessoria