Notícias

Morre, vítima da COVID 19, advogado Francisco Romano Neto

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Morreu na madrugada desta quarta-feira (10) o advogado e atual secretário de administração, Francisco Romano Neto, em Cajazeiras, em decorrência de complicações da Covid-19. Romano era membro da Maçonaria de Uiraúna e teve atuação como Policial Militar.
Dr. Romano estava acometido de covid-19, desde o último final de semana, sendo mais uma vítima dessa terrível doença que tem causado perdas irreparáveis na sociedade.
Dr. Romano foi policial militar e advogado formado pela UFCG e completaria 46 no dia 9 do próximo mês de abril. Também já foi venerável mestre da Loja Maçônica Vigilantes de Canaã, de Uiraúna. Natural de Triunfo e atuava como advogado há mais de 15 anos em Uiraúna-PB. especialista em Direito Eleitoral, Criminal, Previdenciário, Cível, Administrativo, Consumidor, dentre outros.
Dr. Francisco Romano Neto atuou como assessor jurídico em diversas campanhas eleitorais nas últimas eleições.
A prefeita de Uiraúna Leninha Romão decretou luto oficial por 03 dias no município, da mesma forma, o prefeito de Santa Helena João Cleber decretou luto oficial por 03 dias pela morte do advogado e secretário de administração do município.
Diversas notas de pesar foram emitidas e, em seus teores destacavam a atuação de Francisco Romano Neto como um dos mais próceres advogados do Alto Sertão Paraibano. Profissional exemplar em dedicação, zelo, notável saber jurídico, proficiência, reputação ilibada e elegância.  Um defensor intransigente do Direito, da democracia e da liberdade. Um guardião do estado democrático de Direito.
Foi um homem íntegro e de conduta ilibada, Dr. Romano Neto foi um exemplo de grandeza na advocacia, sempre atuando com lealdade, competência e comprometimento ético. Com espírito colaborativo e conciliador, agiu com extrema solidariedade e presteza, se destacou na incansável defesa dos direitos fundamentais dos trabalhadores.
 
Por: Evaldo Montes Tv interativa