Notícias

No RN: Mais de 700 pessoas morreram de COVID 19 a espera de leito de UTI – VEJA VÍDEO

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Mais de 700 pessoas (705, ao todo) confirmadas ou suspeitas de Covid-19 morreram no Rio Grande do Norte à espera de um leito de UTI desde o início da pandemia. A marca foi ultrapassada neste mês de abril, período que já registra 58 mortes também nesta situação.

Os dados constam na plataforma Regula RN e estão atualizados até esta quarta-feira (21). Ao todo, essas 705 pessoas representam 13,6% das mais de 5,1 mil mortes por Covid-19 desde o início da pandemia em todo o estado, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap).

Há pouco mais de um mês, o número de pessoas que morreram na fila à espera de uma UTI ultrapassava os 500. Mas, com a alta taxa de ocupação de leitos críticos e filas de espera de até 150 pacientes, março se tornou o mês em que mais morreram pessoas sem direito a um tratamento em um leito de UTI: foram 182 – dez a mais do que o registrado no Regula RN no fim daquele mês.

Em comparação com março, abril registra uma queda, até o momento, de 68%. Apesar disso, ainda com 21 dias passados, é o quatro mês com mais mortes de pessoas à espera de uma UTI. Apenas maio (78), junho (168) de 2020, e fevereiro (63) e março (182) deste ano estão à frente.

Neste mês, o dia 9 foi o mais crítico, quando seis pessoas morreram à espera de um leito de UTI no estado apenas naquela data. Em março, por duas vezes, 14 pessoas morreram nesta situação em apenas um dia.