Notícias

Fungo Negro: Saúde da Paraíba investiga dois casos suspeitos da doença em pacientes que tiveram covid-19 – VEJA VÍDEO

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Estado da Paraíba está investigando dois casos suspeitos de mucormicose, também conhecida como “fungo negro” ou “fungo preto”. Considerada pela medicina uma doença rara e grave, na Paraíba, os casos estão ligados a pacientes que tiveram covid-19. Uma destas vítimas não resistiu e veio à óbito. Infectologista e diretora corporativa de infectologia do Sistema Hapvida, Silvia Fonseca, explica que o fungo negro pode acometer pacientes com Covid-19 ou não, mas pacientes com o coronavírus são mais suscetíveis.
Apesar dos casos gerarem um certo receio em meio à pandemia, a infectologista ressalta que eles no Brasil ainda são raros, diferente da Índia, que está com muitos relatos. De acordo com dados do Ministério da Saúde, neste ano, o país registrou até o momento 29 casos de mucormicose. Em 2020, o órgão registrou 36 casos. Já na Índia, só na última semana, foram registrados 9.000 casos de fungo negro em pessoas com Covid-19.
A diretora corporativa de infectologia do Sistema Hapvida ainda reforça que sendo o fungo negro uma doença rara, esta infecção afeta hoje um número reduzido de pessoas. Já no que diz respeito à covid-19, a médica reforça a necessidade dos cuidados.

Vídeo: