Notícias

RN já garantiu R$ 5,3 bilhões de investimento pelo próximos 4 anos – VEJA VÍDEO

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Na contramão da crise econômica agravada pela pandemia de covid-19, o Rio Grande do Norte segue crescendo no mercado de geração de energia limpa. Consolidado como o maior produtor do Brasil no setor e com os ventos soprando a favor, o Estado já garantiu contratos de R$ 5,3 bilhões somente no primeiro semestre de 2021, que serão investidos na geração de energia eólica ao longo dos próximos quatro anos. Em maio passado, o RN atingiu a marca histórica de 5,1 gigawatts (GW) em potência de energia com fonte eólica instalada. O valor é cinco vezes maior do que o consumido em todo o Rio Grande do Norte (1 GW).

A área que mais recebe investimento no Estado quer mais: o objetivo é atrair R$ 50 bilhões em contratos a médio e longo prazo. Em um projeto ambicioso, a Sedec, em parceria com o Instituto Senai de Inovação (ISI), visa a construção do Atlas Solar e Eólico, que vai contar com seis estações para análise dos ventos e medição da radiação do sol. Além disso, o plano prevê ainda a montagem da maior estação anemométrica do Brasil, com 170 metros, para aferição da velocidade e qualidade dos ventos potiguares. Os equipamentos vão viabilizar a instalação de novos parques em terra (onshore) e principalmente no mar (offshore).

Vídeo: