Notícias

FEMINICÍDIO: Policial reformado é acusado de espancar a companheira até a morte

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp


Na madrugada desta segunda-feira (23) a Polícia Militar foi acionada para uma ocorrência de feminicídio na Rua Deputado Antônio Florêncio de Queiroz, no bairro Paraíso, em Pau dos Ferros.

Policial militar reformado, com distúrbios psicológicos está sendo procurado acusado de matar a companheira por espancamento em Pau dos Ferros.


A vítima, identificada como Sandra Letícia Gonçalves da Silva, de 22 anos, foi morta pelo companheiro, o policial militar reformado, Emmanuel Shyrley Nunes Pessoa, de 41 anos.
Os policiais que atenderam a ocorrência encontraram a vítima sem vida, deitada numa rede, sem roupa, com hematomas pelo o corpo, principalmente nas regiões da cabeça e costas. A vítima apresentava, ainda, cortes nos braços e mãos, muito provavelmente ao tentar defender-se das agressões.


Segundo os vizinhos, o som alto na residência impediu que as pessoas pudessem ouvir algum pedido de socorro da vítima.


O acusado, o policial reformado, após o crime e durante a fuga, passou na residência da mãe e avisou que havia feito uma “besteira” com Sandra Letícia. Em seguida, fugiu e a polícia procura pelo acusado. Se alguém tiver alguma informação, basta ligar de maneira anônima para o 190.


Emmanuel foi reformado dos quadros da Polícia Militar por distúrbio psicológico e não exercia a profissão.


O ITEP foi ao local da ocorrência, recolheu o corpo e indícios do crime e a Polícia Civil investigará o crime através de Inquérito Policial.