Notícias

Marcondes Gadelha aciona Zenildo Oliveira na justiça por agressões verbais em programa de rádio e TV

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O atual presidente em exercício da Executiva Nacional do Partido Social Cristão (PSC), ex-senador e ex-deputado federal Marcondes Iran Benevides Gadelha deu entrada em uma ação com pedido de indenização por danos morais contra o empresário e vice-prefeito de Sousa, Sertão da Paraíba, Zenildo Rodrigues de Oliveira (sem partido), em razão de declarações proferidas durante o programa Olho Vivo, apresentado pela TV Diário do Sertão e pela Rádio Líder FM no dia 16 de agosto deste ano.

Consta na petição inicial interposta eletronicamente neste sábado (25) junto ao Juizado Especial Misto de Sousa que durante entrevista ao vivo Zenildo Oliveira teria proferido agressões verbais consideradas grosseiras, as quais teriam ferido à honra de Marcondes Gadelha.
“Você me respeite, meu amigo! Você me respeite que eu não sou do seu time nem do seu calibre! Você está falando com um amigo do prefeito! Tá falando com um traidor aqui não! Você me respeite e deixe de ser cafajeste!”, diz trecho da fala do vice-prefeito.

A afirmação teria ocorrido logo após Zenildo tecer comentários sobre seu irmão Cezanildo Oliveira, conhecido como Doca Boy, sendo que logo em seguida ele afirmou que teria recebido uma ligação de Marcondes Gadelha em 2019 comentando a respeito da “Ação das Cores“, processo que tramita na justiça com a finalidade de cassar o mandato do atual prefeito Fábio Tyrone.

Além do pedido de indenização no valor de R$ 40.000,00 (quarenta mil reais), Gadelha deseja que Zenildo Oliveira “apresente retratação pública por meio gravação audiovisual a ser divulgada no mesmo canal onde foram proferidas as ofensas”.