Notícias

Delegada de Polícia é condenada pela justiça à 13 anos de prisão e perda do cargo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O juiz Rusio Lima de Melo condenou a delegada Maria Solidade de Sousa a uma pena de 13 anos e 4 meses de reclusão, em regime inicialmente fechado, por sete crimes de peculato-apropriação.

Segundo a denúncia do Ministério Público da Paraíba, em 2014, durante os plantões extraordinários na 6ª Delegacia de Santa Rita, a ré teria se apropriado de valores que lhe foram entregues a título de fianças, em consequência de prisões em flagrante, valores que a denunciada detinha em função do cargo público que ocupava como delegada. Maria Solidade foi condenada, ainda, à perda do cargo.

De acordo com a acusação, a ré agia na ausência de advogados e após o fechamento do estabelecimento bancário, negociando o valor da fiança para soltar os presos durante seu plantão.