Notícias

Após novo aumento, preço da gasolina comum chega a quase R$ 7 na Capital potiguar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Com o novo aumento anunciado pela Petrobras, que passou a valer desde o último sábado (9), o preço da gasolina comum chegou a quase R$ 7 nas bombas dos postos de combustíveis de Natal.

Os estabelecimentos que renovaram o estoque já começaram a repassar o reajuste de 7,2% para o consumidor.

Nesta segunda-feira (11), alguns exibiam placas com valor de R$ 6,99 para a gasolina comum. Em outros, o litro custava R$ 6,96.

A situação preocupa os consumidores. Com o preço atual da gasolina, o supervisor Carlos Lopes afirmou que gasta mais de R$ 400 para encher o tanque de combustível do seu veículo.

 

Preço dos combustíveis em Natal — Foto: Inter TV Cabugi

“Dois três anos atrás era em torno de R$ 200, R$ 250. Hoje, para manter o carro gasto em torno de R$ 800 por mês”, afirmou.

Os motoristas e motociclistas afirmam que não esperavam mais um reajuste para os combustíveis. É o caso do supervisor de estoque Carlos Hewerson, que analisa alternativas.

“Ou você coloca o combustível, ou pega o ônibus lotado, que não tem condições, ou vai para o trabalho de bicicleta. É o jeito”, comentou.

O autônomo Marcelo Santana contou que trabalhava como motorista de aplicativo, mas desistiu da atividade por falta de condições.

“Infelizmente senti muito e tive que entregar o carro que eu rodava, porque não estava dando para mim. Tive que me reinventar, arrumar outro trabalho”, relatou.

De acordo com a última pesquisa de preços da Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP) – que não contemplou o reajuste – o Rio Grande do Norte tinha o terceiro maior preço da gasolina entre os estados brasileiros na semana passada.

Novo aumento

A Petrobras anunciou na sexta-feira (8) que iria reajustar o preço da gasolina e do gás de cozinha (GLP) para as suas distribuidoras a partir do sábado (9). O aumento foi de 7,2% em cada produto.

Segundo a companhia, o preço médio da gasolina passou de R$ 2,78 para R$ 2,98 por litro, refletindo reajuste médio de R$ 0,20 por litro.

Para o GLP, o preço médio passou de R$ 3,60 para R$ 3,86 por kg, equivalente a R$ 50,15 por botijão de 13kg, refletindo reajuste médio de R$ 0,26 por kg.

De acordo com os dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) divulgados na sexta-feira pelo IBGE, no acumulado nos últimos 12 meses até setembro, a gasolina subiu 39,6% no país e o gás de botijão avançou 34,67%.

Fonte: G1RN