A sua fonte segura de informação!

Notícias

Vice-prefeito de Sousa “roda a baiana” e dá o recado duro sobre possível antecipação de eleições no município

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Em elevado tom de voz e sem direcionar nomes, o vice-prefeito de Sousa, Sertão da Paraíba, empresário Zenildo Oliveira (sem partido), declarou “em alto e bom som” que não vai permitir campanha antecipada das eleições de 2024.

A declaração foi dada na última sexta-feira (22) durante entrevista coletiva do prefeito Fábio Tyrone (Cidadania), que apenas sinalizava positivo ao balançar a cabeça diante do que o colega de gestão argumentava.

“Eu não vou permitir, eu, Zenildo, não vou permitir que seja ingerido nesse governo posições políticas antecipadas”, disse.

Anunciado há poucos meses como pré-candidato a prefeito em 2024, Zenildo aproveitou o momento para pedir aos aliados políticos e secretários da Prefeitura de Sousa que não adiram ao que classificou de “esse movimento”.
“A gente não pode contaminar em nada as ações de governo e nós não vamos deixar, nem por mim e nem pelo prefeito, e conclamo as pessoas, os secretários, os amigos a não estarem contaminados por esse movimento porque seria ruim para a gestão municipal”, pontuou.

A afirmação do vice-prefeito ocorreu dias após o médico Gilberto Gomes Sarmento ter admitido em entrevistas de rádio que é pré-candidato a prefeito no próximo pleito municipal.

“Doutor Gilbertão”, como é conhecido, é diretor do Hospital Regional de Sousa e aliado do grupo liderado por Fábio Tyrone.