A sua fonte segura de informação!

Notícias

Juiz cassa os mandatos de todos os vereadores do PTB de São João do Rio do Peixe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 

Com a decisão judicial proferida nesta quinta feira (10), estão cassados os vereadores Dery do Gravatá e Kaíque de Sena, posteriormente assumirão em seus lugares os suplentes Rodrigo de Zé Nilton e João Filho
Juiz Eleitoral da 37ª ZE, Doutor KLEYBER THIAGO TROVÃO EULÁLIO, acatou um recurso impetrado em uma AÇÃO DE IMPUGNAÇÃO DE MANDATO ELETIVO (11526) Nº 0600370-89.2020.6.15.0037 / 037ª ZONA ELEITORAL DE SÃO JOÃO DO RIO DO PEIXE PB, onde teve como autor o Suplente de vereador RODRIGO ALESSANDRO DANTAS e através de seu advogado o Doutor Abdon Lopes determinou o seguinte;

Trata-se de AÇÃO DE IMPUGNAÇÃO DE MANDATO ELETIVO proposta pelo candidato a vereador do Partido CIDADANIA, de São João do Rio do Peixe/PB, RODRIGO ALESSANDRO DANTAS, em face dos vereadores eleitos pelo PARTIDO TRABALHISTA BRASILEIRO – PTB, nas eleições municipais 2020, assim como os suplentes a seguir listados:

VALDERY SOARES CARVALHO, FABIA EVANGELISTA DA SILVA, FRANCILENE GOMES PAMPLONA, HUMBERTO GOMES DO NASCIMENTO, KAIQUI LEONARDO DE SENA FORMIGA, MAILSON SOARES ALVES, SEBASTIANA MARIA DO NASCIMENTO, SOLANO MENDES FERREIRA e JOSÉ SAMUEL ANTONINO ALVES, todos devidamente qualificados nos autos.

O impugnante alega, em síntese, que o PARTIDO TRABALHISTA BRASILEIRO – PTB, do município de São João do Rio do Peixe, com a finalidade de suprir a obrigatoriedade legal de preenchimento da quota eleitoral de gênero, lançou, no pleito municipal 2020, as candidaturas femininas fraudulentas das impugnadas Francilene Gomes Pamplona e Fábia Evangelista da Silva.

Informa que as candidatas retro citadas teriam requerido os seus respectivos registros de candidatura unicamente com o intuito de preencher o percentual legal de 30% exigido por lei para determinado gênero, mas sem depreender esforços mínimos para a realização de propaganda eleitoral, seja impressa ou através das mídias sociais, razão pela qual a candidata Francilene Gomes Pamplona não recebeu nenhum voto, nem mesmo o seu, e Fábia Evangelista teria obtido apenas 02 votos.

Ainda segundo a parte autora, a impugnada Francilene Gomes Pamplona realizou propaganda
política para o candidato do mesmo partido, Kaiqui de Sena Formiga, através da afixação de adesivos na sua residência, reforçando a hipótese de candidatura fictícia.

Alega, por fim, que o partido dos impugnados concorreu com apenas 1 candidata de fato, o que
representou 10% do número total de candidatos registrados pela agremiação, não tendo sido alcançado, portanto, o percentual mínimo exigido em lei.

a) reconhecer a prática de abuso de poder, consubstanciada na fraude à norma constante no artigo 10, § 3°, da Lei n.° 9.504/1997 (cota de gênero), perpetrada pelas impugnadas Francilene Gomes Pamplona e Fábia Evangelista da Silva, candidatas fictícias pelo Partido Trabalhista Brasileiro – PTB, de São João do Rio do Peixe/PB, nas Eleições Municipais de 2020;

b) tornar sem efeito o Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários -DRAP do Partido Trabalhista Brasileiro – PTB, de São João do Rio do Peixe/PB;
c) determinar a ANULAÇÃO DOS VOTOS recebidos por esta legenda no sistema proporcional das Eleições Municipais de 2020, conforme preconizado pelos artigos 222 e 237, ambos do Código Eleitoral e a CASSAÇÃO DOS DIPLOMAS de MANDATOS ELETIVOS dos eleitos e suplentes. Com a sentença proferida hoje a tarde, perderão os mandatos os vereadores, Dery do Gravatá e Kaíque de Sena e assumirão as vagas remanescentes os suplentes Rodrigo de Zé Nilton e João Filho, CIDADANIA e PP respectivamente.
Vale salientar que ainda cabe recurso.

Com: Blog do Espião