A sua fonte segura de informação!

Notícias

Indústria de cimento recebe licenças para ser instalada

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A empresa de capital espanhol ABG Mineração recebeu nessa quarta-feira (18), as licenças ambientais de instalação, emitidas pelo
Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (IDEMA) para edificar indústria de cimento em Mossoró. A própria
governadora Fátima Bezerra (PT) entregou-as aos executivos Generoso Bertolin e Salvador Viguer, presidente e diretor financeiro da
Cemento La Unión, e o seu representante Jairo Abud,

A solenidade aconteceu em Mossoró, na área conhecida como Sítio Hipólito, zona rural de Mossoró, margeando a BR-304.
Na ocasião, Fátima Bezerra também passou a eles a concessão de enquadramento da empresa no Programa de Estímulo ao
Desenvolvimento Industrial (PROEDI), através da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (SEDEC). “Estou muito feliz com
os resultados das mudanças dos incentivos fiscais que nós proporcionamos, garantindo que os empregos aqui permaneçam e ainda
sejam gerados mais postos de trabalho”, enfatizou.
Perfil
A empresa tem como sócio principal o grupo espanhol Cementos La Union, com atuação no Egito, Chile, República Dominicana,
Espanha e, agora no Brasil. AABG Mineração tem 2.100 hectares de direitos minerais e adquiriu 800 para exploração de jazidas, com
20% de reserva legal.
A área fica a 34 quilômetros de Mossoró, no km 70 da rodovia BR-304, e é desabitada, o que não demandará qualquer processo de
desapropriação. A previsão de faturamento anual chega a R$ 700 milhões, com R$ 222 milhões de impostos pagos ao ano. A
capacidade de produção é de 10 milhões toneladas/ano e o investimento previsto, de R$ 1,5 bilhão.
A estimativa do grupo é que ocorra abertura de cerca de 1.000 postos de trabalho no processo de construção, e 350 diretos na
operação, podendo gerar cerca de 1.400 empregos indiretos adiante.