A sua fonte segura de informação!

Notícias

Radialista que era contra vacinação morre de Covid-19 em Iguatu.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O radialista Ubiracyauri Lopes Lemos, 58, conhecido popularmente como “Bibi Lemos”, morreu na manhã desta segunda-feira, 3, vítima de Covid-19 no município de Iguatu, a 361,4 quilômetros de Fortaleza. O comunicador, que se posicionava contra a vacinação da doença, estava internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital e Maternidade Dr. Agenor Araújo (HMAA), desde o dia 26 de dezembro.

Em uma publicação nas redes sociais, no último dia 26, o irmão do radialista, Iguaracy Lemos, destacou que o momento pedia orações para a saúde de Bibi Lemos, mas que também era oportunidade de ressaltar a indignação diante do negacionismo em relação à vacinação contra a Covid-19. “Não é fofoca, não é fake. É verdade! A verdade bate à porta… à porta de uma UTI. A conta chegou!!!”, destacou no post.

O radialista de Iguatu era contrário à vacinação contra a Covid-19. Em publicações no seu perfil do Facebook, Bibi Lemos se mostrava contra o passaporte da vacinação para a entrada em estabelecimentos, medida aplicada no Decreto Estadual de combate à pandemia, e da vacinação em crianças. Dentre os posts, o comunicador compartilhava críticas sobre a eficácia dos imunizantes utilizados na campanha de vacinação contra o coronavírus. . As informações são do portal Mais FM.