A sua fonte segura de informação!

Notícias

Professores do CE e PE, receberão reajustes do piso acima do estabelecido pelo MEC

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), anunciou em suas redes sociais, a aplicação do reajuste de 33,34% para professores da rede estadual de educação. O percentual é 0,1 ponto percentual acima do que define a portaria que estabelece o novo valor do Piso Salarial Profissional Nacional para os Profissionais do Magistério Público da Educação Básica, assinada no dia 4 de fevereiro pelo presidente Jair Bolsonaro. O valor será concedido na carreira dos professores ativos, aposentados, pensionistas e temporários.

“O Ceará, que é referência na valorização dos educadores, tem a melhor carreira do país no magistério. No mês passado já havíamos realizado o pagamento do rateio do Fundeb, beneficiando mais de 32 mil profissionais da área com uma folha salarial extra”, publicou o governador.

Já o governador Paulo Câmara, de Pernambuco, anunciou, na sexta-feira (11), um reajuste de 35% no piso salarial dos professores da rede pública estadual. Com o aumento, a base para profissionais com carga horária de 200 horas mensais passará de R$ 2.886,15 para R$ 3.900,00, valor acima do piso nacional. O reajuste beneficia 36.124 professores efetivos e temporários e 33.499 aposentados e pensionistas.

“Nós nos empenhamos incansavelmente em garantir às professoras e aos professores uma remuneração digna e, sobretudo, compatível com a imensa responsabilidade que é a de preparar nossos jovens para uma vida profissional dinâmica e a cada dia mais exigente”, afirmou Paulo Câmara.

Enquanto isso, a governadora Fátima Bezerra (PT) propôs a categoria um reajuste de 13%, se comprometendo a pagar o restante de forma parcelada. A proposta foi prontamente rejeitada pelos professores, que ameaçam iniciar novo movimento grevista no Rio Grande do Norte.