A sua fonte segura de informação!

Notícias

Sindicato da Polícia Civil emite nota relatando as condições de trabalho e a falta de respeito do governo com a categoria

O impasse entre o Governo do Estado e a Polícia Civil parece não ter fim. A categoria está em estado de greve há quase 15 dias. Ontem após uma tarde de negociação, a categoria resolveu voltar ao trabalho de forma parcial, suas atividades.

Em um nota publicada pelo sindicato, os polícias relatam a situação das delegacias, as condições de trabalho, e informa sociedade em relação a luta pela manutenção de seus direitos.

Segue nota

VOCÊ SABIA? Muitas delegacias do RN precisam que os policiais civis trabalhem durante a folga e por isso estão fechadas.

População potiguar, na última sexta-feira, 11, seguindo determinação judicial, os policiais civis, em Assembleia promovida pelo SINPOL-RN, decidiram encerrar a paralisação iniciada no início da semana. No entanto, ainda sem avanço nas negociações com o Governo do Estado, a categoria optou por não aceitar se voluntariar para o serviço extraordinário, fora da carga horária estabelecida em lei.

Dessa forma, muitas delegacias, como a Delegacia de Plantão da Zona Norte de Natal e a Plantão de Mossoró, continuaram fechadas. Isso acontece pois essas unidades dependem da voluntariedade de policiais civis que aceitam trabalhar no horário de folga, em troca de Diárias Operacionais, para suprir a deficiência de pessoal da Polícia Civil.

Ou seja, devido ao baixíssimo efetivo da PCRN, os policiais civis aceitam se sacrificar e trabalhar além da carga horária estabelecida em lei para que delegacias funcionem e a população tenha o máximo possível de atendimento.

O próprio Governo do Estado usa esse sacrifício feito pelos policiais civis para fazer propaganda da Segurança Pública, mesmo não pagando as Diárias Operacionais em dia, chegando a dois meses de atraso, desrespeitando os trabalhadores.

Agora, como a categoria está se sentindo ainda mais desrespeitada pelo Governo, decidiu que não vale a pena ser voluntária para serviço extraordinário.

VOCÊ, CIDADÃO, ACEITARIA TRABALHAR DURANTE SUA FOLGA PARA UM PATRÃO QUE NÃO VALORIZA SEU TRABALHO E NÃO RESPEITA SEUS DIREITOS???