A sua fonte segura de informação!

Notícias

Deputados paraibanos entram em rota de coalizão e sobre uso de armas por parlamentares durante sessão

O deputado Hervázio Bezerra disse que se Walber Virgolino insistir em ir com arma à Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), também vai à sessão armado. Em entrevista ao programa Arapuan Verdade, nesta terça-feira (22), ele repercutiu o fato de deputados entrarem armados na ALPB.

“Se o deputado Adriano Galdino, eu quero crer na sua firmeza e na responsabilidade que ele tem de conduzir o parlamento. Se, por ventura, e eu tenho certeza de que ele vai tomar essa decisão, eu vou comprar uma arma e vou armado também para o plenário”, declarou o deputado estadual ao Arapuan Verdade, conforme apurou o ClickPB. Hervázio Bezerra destacou, na sessão da Assembleia Legislativa da Paraíba, na manhã desta terça-feira, que Walber Virgolino é deputado e não delegado dentro da Assembleia Legislativa.

Para ele, esse é um assunto sério e grave e ressalta que em um debate acalorado pode haver situações perigosas. “Nós seres humanos não somos capazes de mensurar. Aí na Assembleia já tivemos situação de deputado atirando em deputado. Todos sabem que muitos aí tem temperamento forte, alguns são moderados, mas, de repente, a vida nos surpreende. Eu quero aqui fazer um apelo à Vossa Excelência [presidente Adriano Galdino] e um apelo aos deputados que publicamente andam armados, inclusive aí no plenário, nossos amigos deputado Walber e deputado Cabo Gilberto sobre o perigo iminente que nós corremos. Então eu queria pedir, reivindicar à Vossa Excelência que faça cumprir o regimento”, pediu Hervázio ao presidente da ALPB, deputado Adriano Galdino.

O presidente da Assembleia Legislativa lembrou o que diz o Artigo 317 do Regimento Interno da ALPB. “Eu vou pedir compreensão de todos os deputados e deputadas. Como o nosso regimento não permite, a partir de amanhã, nenhum deputado ou deputada possa entrar a Casa de Epitácio Pessoa portando arma. Não sei se vai dar tempo amanhã, mas, a partir da próxima semana, nós estaremos revistando para garantir que nenhum deputado ou deputada possa entrar com arma nas dependências da Casa. Talvez não seja nem necessário isso, basta cada deputado ou deputada atentar para esse artigo do Regimento Interno e cumprir.”