A sua fonte segura de informação!

Notícias

Ministro do STF Lewandowski suspende última ação da Lava-Jato contra Lula

Em nota, a defesa de Lula afirmou que a decisão “é um importante registro histórico sobre o uso estratégico do direito para fins ilegítimos”.

Essa era a última ação derivada da Lava-Jato contra Lula que ainda estava em tramitação. Essa era a última ação derivada da Lava-Jato contra Lula que ainda estava em tramitação.
Por Alex Gonçalves, Tribuna10
Em 2 de março de 2022 às 21:32, com Correio Brasiliense

TRIBUNA10- O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski suspendeu, nesta quarta-feira (02/03), a ação penal contra o ex-presidente Lula que acerca de possíveis irregularidades na compra de caças Gripen durante o governo de Dilma Rousseff. Essa era a última ação derivada da Lava-Jato contra Lula que ainda estava em tramitação.

Em nota, a defesa de Lula afirmou que a decisão “é um importante registro histórico sobre o uso estratégico do direito para fins ilegítimos”. A decisão vale até que o Supremo julgue pedido da defesa do ex-presidente para encerrar definitivamente o caso.

Lula foi acusado de influenciar na compra de 36 caças modelo Gripen, da empresa sueca Saab, durante o governo de Dilma Rousseff. Ele foi réu na ação por suspeita de ter cometido crimes de tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa.
Suspeição e incompetência

De acordo com o ministro Lewandowski, “a plausibilidade das alegações referentes ao cometimento de atos comissivos e omissivos, eivados pelos vícios da suspeição e incompetência, por parte dos Procuradores da República indigitados pela defesa.