A sua fonte segura de informação!

Notícias

TCU vai investigar suposta interferência de Bolsonaro na Petrobras

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Tribunal de Contas da União (TCU) abriu investigação, nesta segunda-feira (13), para apurar “possível ingerência indevida” do presidente Jair Bolsonaro na Petrobras. Quem relata o processo é o ministro Augusto Nardes.
A decisão também visa “garantir a independência da empresa em face de potenciais atos irregulares que estariam sendo perpetrados pelo acionista controlador” , no caso o governo federal.

O TCU vai apurar indícios de que o presidente da República tem tentado interferir na política de preços da petrolífera. O presidente indiciou amigo Rodolfo Landim, seu grande amigo e aliado, para liderar o conselho de administração da Petrobras.

Em várias oportunidades, Bolsonaro criticou a política de preços da estatal. No sábado último, após evento de filiação em massa de deputados do PL, o presidente da República disse que a empresa não pode trabalhar “exclusivamente visando lucro”.

“Lá atrás fizeram, no começo do governo Temer, essa política de paridade com o preço internacional. É coisa que ninguém entende, né? Estamos respeitando, se tiver que mudar isso aí, a Petrobras tem que apresentar uma proposta. Agora não pode, a Petrobras trabalhar exclusivamente visando lucro no mundo em crise” , declarou.