A sua fonte segura de informação!

Notícias

Paraíba: Presidente da Câmara acusa prefeito de perseguição política e de gratificar vereador

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Em sessão ordinária da Câmara dos Vereadores de Nazarezinho, a vereadora e presidente da Casa, Maria do Socorro Alves Pereira, mais conhecida como Corrinha de Carlão (PP), acusou o prefeito da cidade, Marcelo Vale (Cidadania), de perseguição política e a pagamento de gratificação de R$ 400,00 para um dos vereadores da sua base.

A sessão na Câmara Municipal ocorreu na última sexta-feira (11) e, em pronunciamento na tribuna, a Presidente da Casa, a vereadora Corrinha de Carlão afirmou que o prefeito da cidade, Marcelo Vale, estava fazendo perseguição política contra a sua filha. Adiante, afirmou que o vereador Osório Ferreira Miranda (Cidadania) foi transferido para o gabinete do prefeito e recebeu uma gratificação de R$ 400,00 pelo cargo.

“Quando, aqui nesta tribuna, eu cobrei do prefeito que deixasse de perseguir minha filha – que estava trabalhando 8h por dia e você (Osório Ferreira) apenas 4h, eu disse que iria lhe fiscalizar. O prefeito lhe tirou da escola, lhe colocou em seu gabinete e lhe deu uma gratificação de R$ 400,00”, afirmou.
A vereadora ainda falou sobre o caso do pagamento do piso salarial aos professores da rede municipal de ensino de Nazarezinho. Ela afirmou que foi ao gabinete do prefeito, cobrá-lo.
“Eu fui ao gabinete do prefeito, junto com o vereador Lucas Vieira. Eu perguntei: ‘O que é que está lhe impedindo de você me entregar essa tabela? Ou de você entregar um projeto com a tabela dos professores? Quem lhe garante que você vai dar a tabela correta?”, afirmou.

Por fim, a presidente da Casa afirmou que o prefeito ficou calado, sem dar nenhuma resposta.

“Ele não teve o respeito de me dizer que não iria mandar, ele ficou calado”, concluiu.