A sua fonte segura de informação!

Notícias

Pesquisa em corrida presidencial aponta vitória de Lula em todos os cenários em eventual segundo turno

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 

Se as eleições fossem hoje, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) venceria em todos os cenários em um eventual segundo turno, de acordo com a edição de março da Pesquisa Modalmais/Futura, divulgada nesta quarta-feira (30/3). Enquanto isso, o presidente Jair Bolsonaro (PL) vence todos os demais candidatos.

Em um embate entre os dois, o petista continua à frente, apesar de Bolsonaro registrar aumento da preferência maior do que o petista. Lula teria 48,6% dos votos — acima dos 48% contabilizados na pesquisa de fevereiro — e o chefe do Executivo, 41,6% — acima dos 40,1% registrados no levantamento anterior.
De acordo com os dados do levantamento, a polarização Bolsonaro e Lula permanece. Na intenção espontânea os dois candidatos continuam empatados dentro da margem de erro, mas Bolsonaro está à frente de Lula, com placar de 33,4% a 32,9%. Em fevereiro, os percentuais eram de 34,3% para atual presidente e 33,3% para o petista. Nas pesquisas estimuladas, o petista fica à frente do atual presidente em todos os cenários.

O levantamento ainda mostra que os candidatos da 3ª via seguem, nesta edição, com baixa densidade eleitoral. Sergio Moro (Podemos) é apontado, como principal nome. Contudo, no cenário de intenção de voto estimulada primeiro turno sem o ex-juiz no páreo, a vantagem de Lula sobre Bolsonaro é maior do que nos demais cenários e chega a 42,4% contra 38,3% do chefe do Executivo.

Público jovem

De acordo com a pesquisa foi realizada pela Futura para o Banco Modal, as campanhas que incentivam a retirada do título de eleitor entre jovens de 16 a 18 anos tendem a favorecer Lula (PT), pois nessa faixa etária é onde está a maior diferença entre ele e os outros candidatos.

Foram realizadas 2 mil entrevistas em 862 municípios, realizadas entre os dias 21 e 25 de fevereiro. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.