A sua fonte segura de informação!

Notícias

Ex-prefeitos de Pau dos Ferros não conseguem polarizar e tentam expandir redutos sob pena de não passarem de esteira no Alto Oeste

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Fabrício Torquato vem sendo pressionado a desistir em favor de Jaime Calado e Leonardo Rego não recebe apoio dos prefeitos de Portalegre, Viçosa, Riacho da Cruz e de Taboleiro Grande, que votam com seu pai, Getúlio Rego a Estadual

Quem pensou que os ex-prefeitos de Pau dos Ferros, Leonardo Rego(União Brasil) e Fabrício Torquato(MDB), atuantes em campos opostos, poderiam polarizar no município e em redutos importantes do Alto Oeste para deputado federal se enganou. Ao contrário, os pré-candidatos não estão conseguindo gerar um clima de acirramento próprio dos embates municipais entre “bicudos e bacuraus”, como previam observadores do quadro político.

A cena vem sendo roubada por deputados federais e pré-candidatos de variadas matizes que miram aliados dos ex-prefeitos e avançam na região à proporção em que se prepara a pavimentação do caminho das eleições.

Com tendência natural de apoiar Fabrício Torquato, por uma questão de agrupamento, a prefeita de Pau dos Ferros Marianna Almeida, estaria fazendo figa para que o deputado estadual Galeno Torquato(PSDB) consiga demover o primo Fabrício, da idéia de manter a pré-candidatura. Segundo indicações, Galeno prevê dificuldades para renovar o mandato no chapão do PSDB e tenta convencer Fabrício a desistir para apoiarem o ex-secretário de desenvolvimento econômico Jaime Calado(Republicanos). Em troca, a transferência de apoios para Galeno em outras áreas do Estado.

Sem Fabrício no páreo, a prefeita Marianna Almeida ficaria livre de amarras abrindo o foco para apoiar outro candidato e ficar mais receptiva ao trânsito de parlamentares que têm ajudado ao município, como é o caso do deputado João Maia. No ano passado, o parlamentar destinou mais de três milhões em emendas para obras de infraestrutura em Pau dos Ferros.

Já o ex-prefeito e líder expressivo em Pau dos Ferros, Nilton Figueiredo, decidiu que não votará no aliado Fabrício. Vai de Galeno e Jaime.

Por conta desse cerco, Fabrício teria entrado em um conflito com o MDB, onde se encontra na mesma nominata e em idêntico espaço de atividade, o ex-prefeito de Luís Gomes, Pio X, com expectativa igualmente em baixa, somando negativamente a possibilidade de comprometimento ao projeto do ex-governador Garibaldi Filho(MDB), o suposto puxador de votos, de disputar com sucesso seu último cargo eletivo. A pressão vem dos dois lados.