A sua fonte segura de informação!

Notícias

Brasil terá dois árbitros na Copa do Mundo de 2022: Raphael Claus e Wilton Pereira Sampaio

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Auxiliares Neuza Back, Bruno Boschilia, Rodrigo Figueiredo, Bruno Pires e Danilo Simon vão ao Catar. País não terá representante entre árbitros de vídeo

O Brasil terá dois árbitros e cinco auxiliares na Copa do Mundo de 2022. Pela primeira vez desde a Copa de 1950 o país terá mais de um árbitro na competição. Raphael Claus e Wilton Pereira Sampaio estão entre os 36 árbitros escolhidos pela Fifa para apitar na Copa de 2022. Entre os 69 auxiliares haverá cinco brasileiros, entre eles a primeira mulher: Neuza Inês Back.

Os demais serão Bruno Boschilia, Rodrigo Figueiredo, Bruno Pires e Danilo Simon. Não haverá nenhum brasileiro entre os 24 árbitros de vídeo escolhidos pela Fifa para o torneio, que começa no dia 21 de novembro, no Catar.

Até a divulgação da lista pela Fifa, nesta quinta-feira, acreditava-se que apenas um brasileiro estaria na Copa, e que Wilton Pereira Sampaio e Raphael Claus concorriam por essa vaga.

Serão seis mulheres atuando na arbitragem do Mundial. Além de Neuza Back, a Fifa escalou as árbitras Stéphanie Frappart da França, Salima Mukansanga de Rwanda e Yoshimi Yamashita do Japan. Também vão ao Qatar as auxiliares Karen Díaz Medina do México e Kathryn Nesbitt dos EUA.

Lista de árbitros:

  • Abdulrahman Al Jassim – Catar
  • Ivan Barton – El Salvador
  • Chris Beath – Austrália
  • Raphael Claus – Brasil
  • Matthew Conger – Nova Zelância
  • Ismail Elfath – EUA
  • Mario Escobar – Guatemala
  • Alireza Faghani – Irã
  • Stephanie Frappart – França
  • Bakary Gassama – Gambia
  • Mustapha Ghorbal – Argélia
  • Victor Gomes – África Do Sul
  • Istvan Kovacs – Romênia
  • Ning Ma – China
  • Danny Makkelie – Holanda
  • Szymon Marciniak – Polônia
  • Said Martinez – Honduras
  • Antonio Mateu – Espanha
  • Andres Matias Matonte Cabrera – Uruguai
  • Abdulla Mohammed Mohammed – Emirados Árabes Unidos
  • Salima Mukansanga – Ruanda
  • Maguette Ndiaye – Senegal
  • Michael Oliver – Inglaterra
  • Daniele Orsato – Itália
  • Kevin Ortega – Peru
  • Cesar Ramos – México
  • Fernando Rapallini – Argentina
  • Wilton Sampaio – Brasil
  • Daniel Siebert – Alemanha
  • Janny Sikazwe – Zambia
  • Anthony Taylor – Inglaterra
  • Facundo Tello – Argentina
  • Clement Turpin – França
  • Jesus Valenzuela – Venezuela
  • Slavko Vincic – Eslovênia
  • Yoshimi Yamashita – Japão