Notícias

Pau dos Ferros estabelece um “meio termo” entre Decretos, e propõe regras próprias de controle à pandemia do novo coronavírus no município – VEJA VÍDEO

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Mais cedo foi noticiado através de um release do Governo do RN a prorrogação das medidas restritivas até o dia 12 de junho para o Alto Oeste, e nele constava Pau dos Ferros.
Porém, houve um erro e o governo corrigiu a publicação, tirando Pau dos Ferros, que preferiu buscar medidas alternativas e não aderiu ao Decreto.
Na oportunidade, a Prefeitura de Pau dos Ferros, publicou uma nota informando que irá abrir o comércio, mas com exigência das medidas de segurança epidemiológica.
Leia a nota da prefeitura de Pau dos Ferros:
A Prefeitura Municipal de Pau dos Ferros, sensível à situação econômica caótica do comércio local, gerando, inclusive, insegurança alimentar às famílias, resolveu editar o Decreto nº 118/2021, que estabelece regras próprias de controle à pandemia do novo coronavírus.
De acordo com o indicador composto de monitoramento da COVID-19 no RN, elaborado pelo informe epidemiológico COVID-19 do RN, Pau dos Ferros encontra-se com escore 3, portanto em situação mais confortável do que os municípios da região do Alto Oeste.
Embora o número de casos esteja em ascendência, a prefeita Marianna optou por manter as ações de conscientização da população e garantir a abertura do comércio local, com restrições e critérios bem definidos.
“Da forma como está proposto o Decreto regionalizado, nem mesmo o Restaurante Popular poderia funcionar, e eu, enquanto gestora pública, preciso adotar medidas preventivas e curativas em relação à COVID, mas preciso também pensar em assegurar o mínimo de condições de sobrevivência ao povo deste município. Os comerciantes estão sofridos, endividados, e alguns vivenciando situações de insegurança alimentar, e eu não poderia ser tão rígida, neste momento”, explica Marianna Almeida.

O decreto adota uma postura de “meio termo” entre o Decreto Estadual e o Decreto Regionalizado, abrindo o comércio, academias e templos religiosos com até 30% da sua capacidade máxima. Os bares permanecem fechados e a venda de bebida alcoólica continua suspensa. Paralelo a isso, a prefeita Marianna está incansável na busca de mais vacinas para a nossa gente. Só com o avanço da vacinação, conseguiremos vencer este terrível mal.

Vídeo: