Notícias

Secretaria de Saúde da Paraíba confirma 2.575 novos casos de Covid-19 e 30 óbitos nesta segunda-feira

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, nesta segunda (14), 2.575 novos casos de Covid-19, em 24 horas. Entre os confirmados, 98 (3,8%) são casos de pacientes hospitalizados e 2.477 (96,2%) são leves.
Agora, a Paraíba totaliza 361.435 casos confirmados da doença, que estão distribuídos por todos os 223 municípios. Até o momento, 989.645 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.
Também foram confirmados 30 novos óbitos, desde a última atualização, sendo 16 nas últimas 24 horas. Os óbitos ocorreram entre os dias 04 e 14 de junho de 2021, sendo 03 deles em hospitais privados e os demais em hospitais públicos. Com isso, o estado totaliza 8.158 mortes. O boletim registra ainda um total de 241.293 pacientes recuperados da doença.
Concentração de casos
Cinco municípios concentram 1.209 novos casos, o que corresponde a 46,95% dos casos registrados nesta segunda. São eles: João Pessoa, com 585 novos casos, totalizando 92.269; Campina Grande, com 369 novos casos, totalizando 32.847; Bayeux, com 131 novos casos, totalizando 6.830; Guarabira, com 66 novos casos, totalizando 8.718 e Esperança, com 58 novos casos, totalizando 4.631.

  • Dados oficiais preliminares (fonte: e-sus VE, Sivep Gripe e SIM) extraídos às 10h do dia 14/06/2021, sujeitos à alteração por parte dos municípios.
    Óbitos
    Até esta segunda, 219 cidades paraibanas registraram óbitos por Covid-19. Os 30 óbitos confirmados neste boletim, ocorreram entre residentes dos municípios de Alagoa Nova (01), Bayeux (01), Cabedelo (02), Campina Grande (09), Guarabira (01), João Pessoa (03), Marizópolis (01), Mogeiro (01), Monteiro (02), Mulungu (01), Picuí (01), Pilõezinhos (01), Rio Tinto (01), Santa Cruz (01), Santa Rita (01), São Bento (01), Sossêgo (01) e Triunfo (01).
    As vítimas são 17 homens e 13 mulheres, com idades entre 32 e 97 anos. Cardiopatia foi a comorbidade mais frequente e 13 não tinham comorbidades.

Vídeo: